A ironia do progresso: Como o "desenvolvimento" traz pobreza no campo

KoBrinar com Valmir Soares de Macedo, quem vai expor sobre as dificuldades que as empresas multinacionais trouxeram na busca pelo lucro e o poder. Língua: Português com tradução simultanêa em alemão.
A ironia do progresso: Como o "desenvolvimento" traz pobreza no campo
© Centro de Agricultura Alternativa Vicente Nica (CAV)
  • Wann 26.06.2020 von 19:30 bis 20:30 (Europe/Berlin / UTC200)
  • Wo BigBlueButton/YouTube
  • Name des Kontakts
  • Termin zum Kalender hinzufügen iCal

Agricultores (as) familiares no nordeste de Minas Gerais vinham muito bem com o que a natureza os oferecia, inclusive, uma diversidade de frutos e plantas medicinais.

Nos anos 1970, empresas reflorestadoras e da indústria do aço invadiram seus territórios e plantaram grandes extensões de eucalipto. Tudo isso sob o pretexto de desenvolver uma região pobre. Mas, a monocultura de eucalipto que necessita da disponibilidade de muita água, o que trouxe graves consequências para as comunidades, o meio ambiente e a economia local.

Valmir é coordenador do Centro de Agricultura Alternativa Vicente Nica - CAV, organização da sociedade civil sediada em Turmalina, Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais e colabora na luta das comunidades locais para o enfrentamento da problemática relacionada à monocultura do eucalipto.

Registra-se aqui

BigBlueButton - Participa aqui: https://conference.sixtopia.net/b/fab-6hf-7vc